Glicose alta, baixa ou normal? Entenda os valores e quando é considerado diabetes

Glicose alta, baixa ou normal: exame de glicemia


Conheça o exame de glicemia em jejum e sua importância para manter sua saúde em dia e evitar doenças.
 

Quais os sintomas de glicose alta?

Estar com a glicose alta pode causar sintomas como:

  • Excesso de sede;
  • Excesso de urina;
  • Fome excessiva;
  • Emagrecimento repentino sem redução da ingesta de calorias
  • Cansaço e fadiga frequentes;
  • Visão embaçada;
  • Pele seca;
  • Dificuldade em cicatrização;
  • Dor de cabeça;
  • Tontura
  • Náuseas e vômitos frequentes

Quando fazer o exame de glicemia em jejum?

O exame de glicemia em jejum serve para medir o nível da glicose (açúcar) na circulação sanguínea do paciente. É necessário estar de 8 a 12 horas de jejum, sem consumir nenhum tipo de alimento ou bebidas, apenas água é permitido. Com esse exame é possível avaliar os níveis de açúcar no sangue durante o jejum e a presença de diabetes.
 

Valores de referência de glicemia

Glicemia de jejum normal: inferior a 99 mg/dL;

Glicemia de jejum alterada: entre 100 mg/dL e 125 mg/dL;

Diabetes: igual ou superior a 126 mg/dL;

Glicemia de jejum baixa ou hipoglicemia: igual ou inferior a 70 mg/dL.


É importante ressaltar que o diagnóstico definitivo de alterações da glicemia depende da presença de dois ou mais valores alterados em diferentes coletas de sangue.


Veja também: hemograma
 

Quando o nível de glicemia é considerado diabetes?

O diagnóstico do diabetes ocorre quando em dois exames com jejum adequado e realizados em dias diferentes, o valor de glicemia está igual ou superior a 126 mg/dL. O médico também poderá solicitar outros exames para complementar a  investigação e confirmar o diagnóstico.
 

Glicose acima de 200 é perigoso?

Estar com a glicose superior a 200 mg/dL, mesmo que após a refeição, é perigoso e pode indicar que o paciente está com diabetes, sendo necessária a repetição do exame outro dia para ter a confirmação. 
 

Qual a diferença entre diabetes tipo 1 e 2?

Existem muitos tipos de diabetes. Os mais frequentes são os tipo 1, 2 e gestacional: 

  • Diabete tipo 1: O paciente que têm a diabete tipo 1 não é capaz de produzir insulina para controle da sua glicemia, assim a glicose permanece no sangue e não é usada como energia pelas células. 

  • Diabete tipo 2: O paciente que têm a diabete tipo 2 não consegue usar adequadamente a insulina que produz e portanto não é capaz de controlar a taxa de glicemia. 

  • Diabetes gestacional: O diabetes gestacional é um tipo de diabetes que acontece durante a gravidez, geralmente após a 20 semana de gestação e ocorre em aproximadamente 4% de todas as gestações.


O que fazer quando a taxa de glicose está alta?

Quando a taxa de glicose estiver alta é recomendado:

  • Beber bastante água depois de comer;

  • Usar medicamentos e insulina de acordo com a prescrição médica;

  • Reduzir o volume de carboidratos nas refeições;

  • Aumentar o consumo de alimentos com fibras;

  • Preencha metade do seu prato com vegetais sem amido.

  • Evitar alimentos com triglicerídeos alto.
     

Para realizar seu exame no CERPE, basta agendar online e escolher nossa unidade mais próxima a você.